Muitas pessoas acreditam que artesanato e trabalho manual são exatamente a mesma coisa, porém, dita de formas diferentes. A verdade, no entanto, é que todo artesanato é um tipo de trabalho manual, mas o contrário não: nem todo trabalho manual pode ser considerado um artesanato.

Para organizar, promover e desenvolver o artesanato no Brasil, o Governo Federal instituiu o Programa de Artesanato Brasileiro (PBA), que destaca a importância do artesão para trabalhar a matéria-prima, aplicando seu conhecimento e transformando-a em um artigo de artesanato que, além de sua peculiaridade por conta do processo produtivo individual, também deve ser carregado de riqueza cultural, tendo representatividade para a determinada região onde foi produzido.

São várias as colocações do PAB que destacam a diferença entre o artesanato e o trabalho manual. Ficou curioso? Continue lendo o nosso post e entenda mais sobre essa diferença!

artesanato arte manual

Processo de produção

O artesão deve ter conhecimento técnico e cultural para aplicar à peça em desenvolvimento desde a matéria-prima. Logo, quem adquire uma caixa de MDF pronta em uma loja e realiza uma pintura sobre ela, por exemplo, não está fazendo artesanato, e sim um trabalho manual. O verdadeiro artesão montaria a caixa a partir da madeira em si.

Ambiente de trabalho

De acordo com o PAB, os artesãos devem trabalhar em locais específicos de trabalho como sua própria casa ou pequenas associações e oficinas. Além disso, é possível contar com, no máximo, cinco funcionários, para que não se descaracterize a produção artesanal. No caso do uso de ferramentas para o desenvolvimento do trabalho, estas devem ter a força-motriz de até cinco quilowatts, não passando disso.

LEIA TAMBÉM: OS 10 MOVIMENTOS DA ARTE CONTEMPORÂNEA.

Exclusividade

Ao contrário do trabalho manual, no qual é possível reproduzir determinada técnica e ter vários artigos iguais, o artesanato exige a criatividade do artesão, que deverá criar peças exclusivas. Ainda que vários passos da criação se repitam, o artesão dá o seu próprio toque exclusivo aos materiais que cria. Seja no design, seja em um detalhe específico, sua marca registrada estará sempre presente.

Representatividade cultural

Uma mesma técnica pode ser aplicada no artesanato e em um trabalho manual e, nesse caso, o que vai diferenciar os resultados é a representatividade cultural que o objeto criado terá.

Vamos dar a você um exemplo para entender melhor essa diferença: se você criar uma toalha de crochê tradicional, a partir da linha de crochê, o resultado será um belo trabalho manual, mas não um artesanato.

Porém se, em vez da linha de crochê, for utilizada uma fibra específica de determinada região, como o capim-dourado, entre outras inúmeras possibilidades que podem ser encontradas na natureza, a peça poderá, sim, ser considerada artesanal, pois foi criada a partir de uma matéria-prima carregada de significado cultural e regional, que é um dos pilares essenciais para um trabalho manual ser considerado artesanato.

Agora que já ficou clara a diferença entre artesanato e trabalho manual, que tal ir até a nossa página no Facebook e curti-la para acompanhar todas as novidades sobre o mundo da arte? Esperamos por você!

Ei! Gostando do nosso artigo?

Veja nosso site, temos mais conteúdos e projetos maravilhosos para você ver.

acesse o site
Aluisio Marinho

Aluisio Marinho

Artista Plástico e Designer formado pela instituição PUC-GO em 2005 e Pós graduado em Design de Interiores. Cores e linhas fazem parte constantemente do meu processo criativo

ONDE ESTAMOS

Av. Salomé José Rodrigues, nº 807
Recanto Casarão, Barra do Garças – MT
CEP:78.600-000

CONTATOS

Email: [email protected]
Telefone: (66) 3401-3889
Whastapp: (66) 9240-9632

© 2020 Com Alma.