A escultura é uma das formas arte mais interessantes de se apreciar, sendo você um leigo ou um especialista em arte. Geralmente pensadas para ocupar espaços públicos, elas são expressões artísticas muito democráticas, pois dialogam diretamente com a arquitetura das cidades e com a história e a sensibilidade de seus habitantes.

Além disso, o ofício de transformar matéria bruta em formas espaciais com significado é, por si só, uma das manifestações artísticas mais fascinantes que existem, demonstrando, ao mesmo tempo, o alcance da habilidade humana na manipulação da matéria; sua capacidade de simbolização através da arte; e sua necessidade de representação material das figuras devocionais – boa parte das maiores e mais famosas esculturas do mundo são imagens consideradas sagradas para as culturas nas quais foram feitas.

Por isso, se você também tem fascínio por esse tipo de arte, irá se surpreender com a lista que elaboramos trazendo as 10 maiores esculturas do mundo. O Davi de Michelangelo? O Cristo Redentor? A Estátua da Liberdade? Esqueça! A maioria dessas estátuas grandiosas estão no Oriente. Confira!

10 – Dai Kannon, no Kita no Miyako Park (Japão)

88 m

Essa estátua localizada no Parque Kita no Miyako, no Japão, já foi a maior escultura do mundo na época de sua finalização, em 1989, no Japão. Demorou 14 anos para ser construída e retrata Guanyin, a forma feminina de Avalokiteshvara, o Bodisatva da Compaixão do budismo. Dentro de sua estrutura gigantesca, encontram-se cerca de 20 pisos cujo acesso é feito por elevador; cada piso contém altares e recintos para preces e, nos últimos deles, há uma plataforma através da qual é possível ter uma vista panorâmica da região. Atualmente, é a terceira maior estátua do Japão.

 

9 – Grande Buda da Tailândia, em Ang Thong (Tailândia)

92 m

A nona colocação da lista também é faz parte da iconografia budista. Desta vez, o próprio Buda é representado em posição de lótus, erguendo-se a 92 metros de altura no Monastério de Wat Muang, em Ang Thong, na paradisíaca Tailândia. Foram 18 anos para que a grande escultura, cuja construção começou em 1990, fosse finalizada, o que só ocorreu em 2008. Sua pintura foi feita em ouro e cimento e ela é a maior estátua da Tailândia. Cerca de 95% da população do país é praticante do Budismo Theravada.

 

8 – Pedro, o Grande, em Moscou (Rússia)

96 m

O primeiro representante ocidental na lista das maiores estátuas do mundo é o monumento ao Czar Pedro I, da Rússia, conhecido como “Pedro, o Grande”. Ele era de fato um homem alto – media cerca de 2 metros de altura, daí a epítome bem literal pela qual ficou conhecido. Coroado aos 10 anos de idade, Pedro foi Czar do Czarado da Rússia até a formação do Império Russo em 1721, quando tornou-se o primeiro imperador – posição que ocupou até a morte, tendo reinado de 1682 até 1725. Conhecido pelo temperamento volátil e pelo pendor à tortura de seus oponentes, o líder demonstrava também grande progressismo em relação à ciência, adotando ideais iluministas e trabalhando pelo progresso da Rússia no cenário europeu do século XVIII. Ele foi o fundador da cidade de São Petesburgo, organizador da marinha russa e um dos grandes responsáveis pela ocidentalização de seu país. O grandioso monumento em sua homenagem retrata bem a imponente figura de Pedro. A obra é foi desenhada pelo artista georgiano Zurab Tsereteli e fica perto do Rio Moskva e do Canal Vodootvodny. É a maior escultura da Rússia.

 

7 – Daikannon, em Sendai (Japão)

100 m

Voltamos ao Oriente com o sétimo lugar dessa lista, ocupada pela grandiosa estátua Daikannon, em Sendai, no Japão. Assim como a 10ª colocação, esse monumento também é uma representação de Guanyin, ou Kannon, em japonês, a forma feminina de Avalokiteshvara, o Bodisatva da Compaixão na iconografia budista. Além disso, ambas têm em comum o fato de conterem, por dentro, uma rica estrutura aberta à visitação turística, com altares e espaços para orações, além de plataformas com vistas impressionantes. Ao todo, essa Daikannon possui 12 andares nos quais encontram-se 108 estátuas budistas, proporcionando ao visitante uma experiência única, ao mesmo tempo religiosa e turística.

 

6 – Motherland, em Kiev (Ucrânia)

102 m

Construída em aço inoxidável e pesando cerca de 502 toneladas, a representação da Mãe Pátria da Ucrânia é um símbolo nacional parte Museu de História da Ucrânia na Segunda Guerra Mundial. Apenas a espada erguida pela Motherland mede 16 metros e pesa cerca de 9 toneladas. Na mão esquerda, ela carrega um escudo com o emblema de estado da antiga União Soviética. A Ucrânica esteve sob domínio soviético de 1922 a 1991, ano de dissolução da URSS. Talvez por isso mesmo, essa grandiosa estátua gere inúmeras controvérsias em seu próprio país, com parte da população defendendo sua destruição para que o metal com o qual ela foi construída possa ser utilizado para fins econômicos. Em 2015, o parlamento ucraniano decretou que todos os símbolos comunistas e soviéticos passavam a ser considerados ilegais naquele país, uma forma de romper com o passado de dominação russa. A insígnia carregada pela estátua, porém, permaneceu, por ser considerada um monumento de guerra. Motherland começou a ser desenhada por Yevgeny Vuchetchin e, após a morte deste, foi finalizada por Vasyl Borodai.

 

5 – Imperadores chineses Huang e Yan, em Zhengzou (China)

106 m

Divide a colocação ao lado da Motherland ucraniana dois colossos que representam os imperadores chineses Huang e Yan, e estão localizados nas margens do Parque Amarelo, em Zhengzou, capital da província chinesa de Henan. O enorme empreendimento demorou 20 anos para ser construído e ficou pronto apenas em 2006, tornando-se notícia em todo o mundo. Huang e Yan Di são figuras especiais na cultura chinesa. Considerados os primeiros imperadores e os “fundadores” simbólicos do antigo Império Chinês, eles simbolizam as raízes nacionais e a grandiosidade da milenar cultura chinesa.

 

4 – Guanyin, em Sanya (China)

108 m

A força do budismo nos países orientais pode ser percebida quando analisamos a quantidade de grandiosas estátuas construídas nessas nações para homenagear figuras importantes de sua fé. Tanto é que a quarta posição dessa lista também é ocupada pela representação de uma deidade budista: novamente a Guanyin, forma feminina do Bodisatva da Compaixão. A devoção a essa deidade é particularmente forte na China, e talvez por isso o país tenha se empenhado em construir uma representação tão elaborada de Guanyin. A bela escultura de 108 metros de altura está situada na costa da província de Hainan, próxima do Templo Nashan da cidade de Sanya. Ela tem três aspectos: o primeiro deles, voltado para a terra, mostra Guanyin olhando por todos aqueles que se aproximam; o segundo e o terceiro estão voltados para o mar da China, simbolizando que a bodisatva direciona suas bênçãos e proteção não apenas para nação chinesa, mas para todo o mundo. De todas as representações budistas de Guanyin, essa é a maior e a mais conhecida.

 

3 – Ushiku Daibutsu, em Ushiku (Japão)

110 m

Ushiku Daibutsu, em tradução do japonês, significa “Grande Buda em Ushiku”, e é um nome bastante ilustrativo para essa que é a terceira maior estátua do mundo. São 110 metros de altura, sem contar a base de mais 10 metros. Feita totalmente em bronze, essa grande representação do Buda Amitaba foi construída em comemoração ao nascimento de Shinran, fundador de uma das principais escolas budistas do Japão, a Jodo Shinshu. Dentro da estátua, um elevador leva os visitantes a até 85 metros de altura, percorrendo inúmeros níveis em que se pode ver outras 30 mil estátuas budistas, além de fazer preces, escutar mantras e apreciar a belíssima vista dos jardins que circundam o local.

P.S.: Há uma controvérsia se essa seria de fato a terceira ou a segunda na lista, já que, contando com a sua base e plataforma de 10 metros, a estátua teria, na verdade, 120 metros de altura. No entanto, os especialistas levam em conta apenas o tamanho da estátua em si, sem a base, e por isso a Ushiku Daibutsu fica em terceiro lugar.

2 – Laykyun Stekyar, em Khatakan Taung (Mianmar)

116 m

Outra gigante budista ocupa a segunda colocação da lista de maiores esculturas do mundo. Ao todo, são 116 metros de uma representação de Sidarta Gautama, fundador do Budismo, sobre um trono de 13,5 metros na aldeia de Khatakan Taung, próximo a Monywa, no Mianmar.

Em frente a essa grandiosa construção há outra representação do Buda Gautama de 89 metros de comprimento, dessa vez deitado na posição em que teria morrido. Foi idealizada e construída sob a orientação do Abade Superior Venerável Narada, falecido em 22 de novembro de 2016.

E temos em primeiro lugar nada mais, nada menos que…

Novamente, o Buda!

1 – Buda do Templo da Primavera, em Henan (China)

153 m

A China pode se orgulhar de ter três grandiosos monumentos entre as maiores estátuas do mundo, e deve se orgulhar mais ainda por ter a maior estátua do mundo – uma representação do Buda Vairochana, erguida a impressionantes 153 metros de altura, no distrito de Henan. Entre os cinco budas de meditação, Vairochana é o do Centro, e representa o Adi-Buda, a essência da qual emanam todos os budas; representa também o espaço que permite a manifestação de todos os fenômenos.

A estátua está localizada no Templo Foquan, construído durante a Dinastia Tang, que governou a China de 618 a 907, e leva seu nome por causa de uma fonte situada próxima ao local, da qual emana água a temperatura de 60ª e cujas propriedades acreditam-se serem curativas.

O Buda do Templo da Primavera foi construído como uma resposta do governo chinês à destruição dos Budas de Bamiyan, no Afeganistagão – representações do Buda esculpidas em pedra e datadas do século V, que foram destruídas pelo Talibã em 2001.

Ei! Gostando do nosso artigo?

Veja nosso site, temos mais conteúdos e projetos maravilhosos para você ver.

acesse o site
Alana Sales

Alana Sales

Metamorfose Ambulante. Redatora do blog Com Alma e dona das melhores dicas de decoração.

ONDE ESTAMOS

Av. Salomé José Rodrigues, nº 807
Recanto Casarão, Barra do Garças – MT
CEP:78.600-000

CONTATOS

Email: [email protected]
Telefone: (66) 3401-3889
Whastapp: (66) 9240-9632

© 2020 Com Alma.